segunda-feira, 30 de maio de 2016

Saindo da Matrix parte 50 - Terra Plana parte 10 - O Ilusionismo da NASA...

sábado, 25 de janeiro de 2014

PRESIDENTE DA UCRÂNIA OFERECE CARGO DE PRIMEIRO-MINISTRO A LÍDER DA OPOSIÇÃO

ISSO SIM É A VERDADEIRA DEMOCRACIA! E NÃO ESSA DITADURA QUE TEMOS NO BRASIL!
         Chefe da " Batkivschina " ( Pátria ) festa Arseny Yatsenyuk (RIA Novosti / Alexei Furman )

A reunião de sábado entre o presidente ucraniano, Victor Yanukovich e a oposição produziu resultados inesperados. Principais cargos no governo foram oferecidos para protestar contra os líderes e uma revisão da Constituição foi prometido , para o parlamento mais poder.
Yanukovich propôs o cargo de primeiro-ministro para a cabeça do " Batkivschina " ( Pátria ) partido da oposição, Arseniy Yatsenyuk ,  o ministro da Justiça , disse após a reunião do presidente com os líderes da oposição .

"O presidente ofereceu o cargo de primeiro-ministro para Arseny Yatsenyuk . No caso de consentimento deste último em assumir o cargo , o presidente da Ucrânia vai decidir sobre a renúncia do governo", disse o ministro Elena Lukash .

Vitaly Klitchko , chefe da Aliança Democrática Ucraniana para a festa de reforma, foi oferecido o cargo de vice-primeiro ministro para assuntos humanitários.
O atual primeiro-ministro, Nikolay Azarov, está no cargo desde 11 de março de 2010. Ele é o líder do Partido das Regiões da Ucrânia . Azarov também serviu como agir primeiro-ministro do primeiro governo Yanukovich , de novembro de 2002 a janeiro de 2005.
A oferta do presidente veio depois de uma reunião sábado com líderes da oposição , como o governo está lutando para lidar com protestos e violência que têm dominado todo o país em meio à crise política.
January 25, 2014 (Reuters/Vasily Fedosenko)

Yanukovich também concordou em rever a constituição e estabelecer um grupo de trabalho para a transição para uma república parlamentar - presidencial, Primeiro Vice- Administração Presidencial Andrey Portnov disse .

A possibilidade de voltar a Constituição que foi aprovada como parte da Revolução Laranja , em 2004, foi trazido à reunião. Naquela época , a Constituição foi alterada , a fim de transferir os poderes da presidência para o parlamento.

" Nós determinamos que podemos criar um grupo e trabalhar em emendas à Constituição através de adotá-lo no parlamento, ou através do mecanismo do referendo All- ucraniano ", disse Portnov em comentários postados no site presidencial.

Ele acrescentou que os líderes da oposição sublinhou a necessidade de mudar a lei sobre referendos.
Em um outro consenso , os dois lados concordaram em limpar gradualmente as ruas do centro de Kiev de manifestantes e forças policiais.
O presidente ucraniano disse que vai considerar a possibilidade de conceder anistia aos manifestantes presos durante a crise política se desocupar todos os edifícios apreendidos em todo o país e Praça da Independência em Kiev.

Curta nossa página no facebook


Fonte: 
                                                 

sábado, 4 de janeiro de 2014

CARTA ABERTA À REDE GLOBO CONTRA A MENTIRA SOBRE OS PALESTINOS

CARTA ABERTA À REDE GLOBO CONTRA A MENTIRA SOBRE OS PALESTINOS

A REDE GLOBO, DIREÇÃO E AUTOR DA NOVELA "AMOR À VIDA", PRESTAM UM TRIBUTO AO ÓDIO E PRECONCEITO AO EXIBIR CENA ONDE TRANSMITE O CONCEITO DE QUE TODOS OS PALESTINOS SÃO TERRORISTAS.
ISSO DEMONSTRA O QUANTO ESSA EMISSORA ESTÁ TOTALMENTE DESCONECTADA COM A REALIDADE DO CONFLITO PALESTINO ISRAELENSE OU ESTÁ CONECTADA COM SETORES MINORITÁRIOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA QUE PREGAM A DISCRIMINAÇÃO RACIAL, ÉTNICA E RELIGIOSA COMO FILOSOFIA DO AGIR E PENSAR.
MAL SABEM ESSES SENHORES DESSA EMISSORA QUE OS PALESTINOS SÃO ÁRABES E QUE NO BRASIL HÁ MAIS DE 12 MILHÕES DE ÁRABES E SEUS DESCENDENTES(LIBANESES, SÍRIOS, LIBANESES, EGÍPCIOS, JORDANIANOS E OUTRAS NACIONALIDADES ÁRABES).
MAL SABEM ESSES SENHORES QUE AO OFENDER E DISCRIMINAR O POVO PALESTINO ESTÃO DISCRIMINANDO NÃO SÓ OS BRASILEIROS ÁRABES, MAS TODA A NAÇÃO BRASILEIRA QUE RECEBEU DE BRAÇOS ABERTOS ESSES ÁRABES QUE SEMPRE CONTRIBUÍRAM PARA O DESENVOLVIMENTO E CONSTRUÇÃO DO BRASIL.
A HISTÓRIA DA PRESENÇA ÁRABE NO BRASIL ESTÁ PRESENTE DESDE A CHEGADA DE PEDRO ÁLVARES CABRAL. EM TODOS OS RAMOS DA ATIVIDADE HUMANA ESTÃO PRESENTES OS BRASILEIROS DE ORIGEM ÁRABE: CULTURA, CULINÁRIA, ECONOMIA,MEDICINA, ENGENHARIA, POLITICA, COMÉRCIO E TANTAS OUTRAS ATIVIDADES.
EM VEZ DE PREGAR A PAZ ENTRE ISRAELENSES E PALESTINOS, ENTRE ÁRABES E JUDEUS NO BRASIL, A DIREÇÃO DA REDE GLOBO PREGA O CONFLITO, IMPORTA O CONFLITO DE MANEIRA IRRESPONSÁVEL E ENGAJADA. ÁRABES E JUDEUS NO BRASIL NUNCA TIVERAM NENHUM TIPO DE PROBLEMA DE CONVIVÊNCIA E DIÁLOGO AQUI NO BRASIL. A DIREÇÃO DA GLOBO NÃO QUER QUE CONTINUE ASSIM? A QUEM ESTÁ PRESTANDO ESSE SERVIÇO DE GERAR ÓDIO E CONFLITO?
REPUDIAMOS, CONDENAMOS TAL LINHA DE AÇÃO E EXIGIMOS QUE OS RESPONSÁVEIS PELA CENA SE RETRATEM E SE SE DESCULPEM COM OS PALESTINOS E OS ÁRABES. É O MINIMO QUE PODERÃO FAZER PARA REPARAR ESSA DESASTROSA CENA VISTA POR MILHÕES DE BRASILEIROS.
FEDERAÇÃO ÁRABE PALESTINA DO BRASIL
Representante da comunidade palestino brasileira


..........................................................................
PARA QUEM QUISER E PUDER ENVIAR SEU PEDIDO DE RETRATAÇÃO POR PARTE DO AUTOR DA NOVELA EM RELAÇÃO A EPISÓDIO LAMENTÁVEL, LIGAR PARA A GLOBO, O TELEFONE É 400-22884, SEM DDD. É SÓ CHAMAR DIRETO E FAZER A CRÍTICA.
..........................................................................

PARA ENTENDER MELHOR O FATO:
Não costumo assistir televisão e confesso que não é raro eu me surpreender com algum tipo de discussão envolvendo algum episódio,personagem ou desinformação sendo difundida de forma no mínimo leviana pela televisão brasileira. Se considerarmos que as telenovelas também são possuidoras de uma importância cultural e política, tendo em vista sua grande audiência e o fato de que elas deixaram de ser apenas voltadas para o lazer para se tornarem um espaço cultural de intervenção para a discussão e introdução de hábitos e valores, talvez seja possível percorrer mais um caminho para se compreender a forma como os árabes - e mais recentemente, os muçulmanos, são vistos no Brasil.
Em 2010, realizei um levantamento exploratório com o intuito de verificar a quantidade de novelas em que havia presente um ou mais personagens árabes. O objetivo foi averiguar possíveis mudanças na forma como eles estão presentes no imaginário social da população brasileira. Tal levantamento permitiu constatar que entre 1967 e 2009 personagens árabes apareceram com algum destaque em cerca de 10 telenovelas nacionais. Desse total, os árabes adquiriram status de protagonistas principais em apenas duas delas, a saber: "O Sheik de Agadir" (1967) e "O Clone" (2001).
Um dos aspectos que mais chamou a atenção foi que após 2001, ou seja, período correspondente àquele do atentado de 11 de setembro ao World Trade Center nos EUA, a teledramaturgia brasileira levou quase uma década até contar novamente com algum personagem de origem árabe.
Curiosamente – ou não-, em 2009, a emissora de televisão Record lançou "Poder Paralelo",uma novela que contou com dois personagens de origem árabe, os quais inauguraram uma nova forma de representá-los na teledramaturgia brasileira aos caracterizá-los como terroristas.
De lá para cá, eu não pude acompanhar com a devida atenção o eventual aparecimento de personagens árabes (e/ou muçulmanos) em novelas brasileiras, mas hoje me surpreendi ao ver uma discussão no grupo Somos Árabes sobre um episódio ocorrido em um folhetim exibido atualmente: "Amor à vida".
Como eu desconhecia atrama, tentei ler os comentários deixados no grupo enquanto que me situava um pouco melhor em relação ao assunto que teria gerado a polêmica. Por fim, após pesquisar um pouco - provavelmente não com a atenção necessária, pois meu dia foi super corrido, eu percebi que novamente a televisão brasileira tem prestado um desserviço à população disseminando uma série de desinformações e estereótipos, caricaturas e contribuindo para reforçar aquilo que o intelectual palestino Edward Said já chamava atenção no final da década de 1970: o fato de que cada vez mais o árabe aparece por toda a parte como algo ameaçador.
Se no Brasil esse imaginário demorou algumas décadas até ganhar força, atualmente, parece que a nossa televisão brasileira não tem se esforçado muito para esclarecer à população o quão prejudiciais esses imaginários criados a respeito de culturas estrangeiras, religiões etc. podem ser.
Lamento muito que o autor da novela exibida atualmente, o senhor Walcyr Carrasco, não tenha sido capaz de romper com esse ciclo de preconceito e desinformação a respeito do povo palestino. Inacreditável pensar que cenas como essa que pode ser vista clicando no link entre parênteses (http://extra.globo.com/tv-e-lazer/telinha/amor-vida-persio-revela-que-foi-terrorista-cogitou-ser-homem-bomba-10926733.html)sejam exibidas de forma irresponsável, e que não gerem no mínimo um repúdio por parte de uma sociedade como a nossa, que convive com distintas presenças árabe sem tantas esferas do cotidiano e, a meu ver, deveria possuir esclarecimento suficiente para compreender que o sofrimento de um povo e as dramáticas consequências devem ser tratadas com o devido cuidado e respeito.
Do contrário,enquanto continuarem difundindo desinformação, mais ódio nascerá nos corações das pessoas e mais distante da paz esse povo ficará.
Deixo aqui, em nome do Presença Árabe no Brasil esta nota de repúdio ao autor da novela, sugerindo ainda, que este senhor pesquise melhor sobre aquilo a que se propõe escrever,tratando com respeito e responsabilidade assuntos sérios que envolvem tanto sofrimento e dor. Demonizar uma religião ou um povo é um ato grave,irresponsável e possui consequências desastrosas.
Patricia El - moor – Presença Árabe no Brasil

Retirado de: Blog do Turquinho

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Sumerios,mensajeros del tiempo (1 de 303) Origen humano-Serie original de ...

POST ESPECIAL 

Olá, esse post é só para os fortes. Ou melhor, fortíssimos!
 Se trata da verdadeira história da humanidade que a elite global esconde da humanidade há séculos. Aqui está em uma série de 303 vídeos no YouTube e antes que você se assuste e me pergunte porque tantas partes assim eu lhe respondo: Não fui eu que upei os vídeos apenas estou disponibilizando o link, mas duas opções podem responder isso, são elas: 1- Ou o uploader queria facilitar a vida de quem tem uma internet lenta ou  2- A internet dele é uma m*** rs
Informações preciosas que eu duvido que se encontre em qualquer biblioteca do mundo. E como são informações que por muito tempo foram secretas ainda hoje são caçadas, encontradas e deletadas. É o sistema que já controlava a mídia convencional ha tempos e agora também age cada vez mais forte na internet. Etão querendo sufocar a verdade na internet mas nós, os que a amam, a buscam e a levam adiante vamos resistir enquanto for possível para mostrar ao mundo que as coisas não são como nos contaram .
*OBS. post beta - será editado futuramente devido a indisponibilidade de tempo.
Abraços.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

OSAMA NÃO... TIM OSMAN AGENTE DA C.I.A!!

Quando Osama Bin Laden era Tim Osman para a C.I.A. e visitava as instalações militares dos EUA e da própria C.I.A., como seu agente!!!

“Tim Osman“ foi o nome código atribuído a OSAMA BIN LADEN pela CIA para a sua turnê de visitas aos EUA e suas bases militares, em busca de apoio político e aquisição de armamentos. Os agentes Gunderson e Riconosciuto não estavam em uma missão altruísta.
Eles tinham algumas condições para conceder a sua ajuda a Osama. E eles tiveram uma má notícia para entregar. O mujahadeen (Bin Laden) precisava estar disposto a testar novas armas no campo e para fazer e retornar um relatório de pesquisa, completo inclusive com fotos.

Texto original:
Osama B. Laden/Tim Osman: Criado e treinado pela CIA e financiado pelos contribuintes dos EUA…


The Laissez Faire City Times. Por J. Orlin Grabbe

Uma Reunião secreta em 1986 nos EUA, de Michael Riconosciuto & Ted Gunderson, com o agente da C.I.A. “Tim Osman” (Osama bin Laden);

Dois homens se dirigiram ao Hotel Hilton em Sherman Oaks, Califórnia, no final da primavera de 1986, estavam a caminho para se encontrar com representantes dos mujahadeen, os combatentes afegãos (treinados e apoiados pela CIA) resistindo à invasão soviética do Afeganistão. Um dos dois homens, Ted Gunderson, teve uma distinta carreira no FBI, servindo como uma espécie de supervisor sobre agentes especiais no início dos anos 60, como chefe do escritório de campo de Dallas, no Texas, entre 1973-75, e como chefe do escritório de campo de Los Angeles, Califórnia, entre 1977-1979.

Aposentou-se para se tornar um investigador privado para, entre outros, trabalhar com o bem conhecido advogado F. Lee Bailey. E todos ao longo do caminho, Gunderson, sendo ou não um agente da CIA sob contrato, sempre esteve envolvido com prestação de serviços para várias operações da CIA para o Conselho de Segurança Nacional, como ele estava fazendo agora ao se dirigir ao hotel Hilton.

O outro homem, Michael Riconosciuto estava lá para discutir assistência aos combatentes afegãos mujahadeen no fornecimento de MANPAD-Man Portable Air Defense Systems (Sistema de Defesa Aérea Portátil). O sistema de Mísseis Stinger eram uma possibilidade. Se os EUA iriam permitir a sua exportação, Riconosciuto poderia modificar a parte eletrônica do Stinger, portanto, o míssil teleguiado ainda seria eficaz contra aviões soviéticos, mas não seria uma ameaça às forças dos EUA ou da OTAN.

Mas Riconosciuto teve ainda uma outra ideia. Através de suas conexões com o grupo chinês industrial e militar, Norinco (http://www.norinco.com.cn/), ele poderia obter os componentes básicos para a sistema chinês de foguetes de calibre 107 mm. Estes poderiam ser reconfigurados em um MANPAD-Sistema portátil de míssil de um homem, disparados do ombro, um sistema de mísseis anti-aéreos teleguiados, e produzido no Paquistão em uma instalação chamada de Pakistan Ordinance Works. Os combatentes mujahadeen teriam, então, uma arma letal contra os letais helicópteros soviéticos, aeronaves de observação e aviões de transporte soviéticos.

Riconosciuto era mais do que apenas um perito em eletrônica de mísseis, também era um especialista em computadores eletrônicos e temas associados, tais como criptologia (ver o meu “ Michael Riconosciuto em criptografia ”<<http://orlingrabbe.com/ricono.htm>) Riconosciuto era um prodígio que crescera na “comunidade fantasma”, sem ser visto ou notado. A família Riconosciuto já havia comandado a empresa Hercules, da Califórnia, como uma empresa local. Nos primeiros dias de 1861 uma empresa chamada California Powder Works tinha sido estabelecida em Santa Cruz, CA. A companhia mais tarde comprou um terreno em San Pablo Bay, e em 1881 começou a produzir dinamite, localizando e alugando prédios em vales e desfiladeiros para fins de depósito com segurança.


À esquerda: Zbigniew K. Brzezinski, então Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA no governo Jimmy Carter, com Tim (Bin Laden) Osman discutem sobre armamentos no começo dos anos 80. 

Um tipo particularmente potente de pó preto foi nomeado como “Pólvora Hércules”, que deu o nome à cidade de Hércules, formalmente incorporada em 1900. Na Primeira Guerra Mundial, a cidade de Hércules tornou-se a maior produtor de TNT nos EUA, porém, em 1940 já tinha saído do negócio de explosivos, quando uma fábrica de amônia anidra foi construída na cidade.

Em 1959 a empresa Hércules começou uma nova fábrica para produzir metanol, formaldeído, e uréia-formaldeído. Em 1966 a fábrica foi vendida para produtores de nitrogênio, a Valley Nitrogen Producers. Problemas trabalhistas levou a um fechamento da fábrica em 1977. Em 1979 a fábrica foi comprada por um grupo de investidores que se autodenominam Hercules Properties, Ltd. No entanto, Michael Riconosciuto e seu pai Marshall, um amigo de Richard Nixon, continuou a comandar a Hercules Research Corporation. No início de 1980 Michael também atuou como Diretor de Investigação para uma joint venture entre a Corporação Wackenhut de Coral Gables, Flórida, e a Cabazon Band of Indians em Indio, Califórnia (http://orlingrabbe.com/part12.htm).

Os talentos de Riconosciuto eram muito procurados. Ele havia criado a bomba a-neutrônica (ou “Electro-Hydrodynamic Gaseous Fuel Device”) que afundou o nível do solo do local do teste em Nevada por 30 pés (9 metros), quando um protótipo lá foi testado. Samuel Cohen, o inventor da bomba de nêutrons, disse de Riconosciuto: “Eu falei com Michael Riconosciuto (o inventor da bomba a-neutrônica) e ele é um cara extraordinariamente brilhante Eu também tenho um palpite, que eu não posso provar, que ambos (Riconosciuto e Lavos, o seu parceiro) indiretamente trabalhavam para a CIA. A “bomba Riconosciuto” fez das bombas portáteis em mala e valises ficarem obsoletas, pois obteve uma quase potência atômica na produção de explosivos, mas que poderiam ser muito mais facilmente miniaturizadas. Você poderia ter uma mala com bomba a-neutrônica, ou uma pasta com uma bomba a-neutrônica ou simplesmente uma bolsa de mulher como uma bomba a-neutrônica. Ou ainda apenas tirar sua carteira de identificação e de…

Voltando à reunião de Riconosciuto e Gunderson no hotel com os dois representantes dos rebeldes muçulmanos mujahadeen do Afeganistão, esperando para discutir suas necessidades de armamento. Um dos dois foi batizado de “Ralph Olberg. ”O outro foi chamado de Tim Osman (ou Ossman). ”Ralph Olberg” era um businesman americano que estava liderando a aquisição de armas americanas e da tecnologia em nome dos rebeldes afegãos. Ele trabalhava através da secretária do Afeganistão peloDepartamento de Estado dos EUA, bem como através do gabinete do senador Hubert Humphrey. Olberg cuidava dos negócios com os afegãos através de um disfarce curioso chamado MSH-Management Sciences for Health. O outro homem, Tim Osman, vestido com roupas da rede de lojas Docker, não era um nativo do Afeganistão mais do que Olberg o fosse. Ele era um jovem de 28 anos de idade nativo da Arábia Saudita. Tim Osman (Ossman) recentemente e finalmente se tornou mais conhecido como Osama Bin Laden.

“Tim Osman“ foi o nome código atribuído a OSAMA BIN LADEN pela CIA para a sua turnê de visitas aos EUA e suas bases militares, em busca de apoio político e aquisição de armamentos. Gunderson e Riconosciuto não estavam em uma missão altruísta. Eles tinham algumas condições para conceder a sua ajuda. E eles tiveram uma má notícia para entregar a ele. O mujahadeen precisavam estar dispostos a testar as novas armas no campo e para fazer e retornar um relatório de pesquisa, completo inclusive com fotos.




Acima: veja citação aos dois nomes: Osama Bin Laden e Tim Osman assinalados dentro da elipse. “Tim Osman” foi o nome atribuído a Osama Bin Laden pela CIA para a sua turnê nos EUA como um seu agente e nas visitas às bases militares dos EUA, em busca de apoio político e armamentos. [...] Há algumas evidências de que Tim Osman (Osama Bin Laden) … até mesmo visitou a Casa Branca. E há a certeza de que Tim Osman/Osama Bin Laden foi recebido pelo próprio Departamento de Estado dos EUA-Divisão para o Afeganistão visitou algumas bases militares dos EUA, até mesmo recebendo manifestações especiais e equipamentos de última geração (veja mais abaixo no fax símile). Por que esses fatos nunca foram mencionados ou relatados na grande mídia?

Fonte do documento: http://whatreallyhappened.com/

A má notícia foi que algumas facções da CIA não sentiam que o grupo de mujahedeen de Oldberg e Osman fossem os representantes reais dos rebeldes afegãos que então lutavam contra a ocupação soviética do Afeganistão. Ao ouvir isso tanto Tim (Osama Bin Laden) como Ralph ficaram indignados. Queriam montar uma conferência de imprensa, uma mesa redonda com até os outros membros de seu grupo e fazer um esforço de lobby no Congresso e na Casa Branca em Washington, DC.

O esforço de lobby aconteceu? Isso Eu não sei. Há alguma evidência de que Tim (Osama Bin Laden) Osman e Ralph Oldberg visitaram a Casa Branca. Mas há certeza de que Tim (Osama Bin Laden) Osman visitou algumas bases militares dos EUA, e até mesmo recebendo demonstrações especiais de equipamentos militares de última geração. Por que este fato nunca foi relatado nos grandes órgãos de comunicação dos EUA, na grande mídia? Uma semana depois de dar um depoimento para Inslaw sobre o software PROMIS em 1991, Riconosciuto foi preso sob a acusação forjada de tráfico de drogas.

O Assistente de acusação da Procuradoria dos EUA do caso tentou encobrir o nível de conhecimento e as relações na área de inteligência de Riconosciuto alegando ao júri que ele estava “delirando” em seus depoimentos. Uma estação de TV veio e apontou uma câmera de filmagem no deserto em Cabazon e disse: “Riconosciuto diz que ele modificou o software PROMIS aqui.” É claro que Riconosciuto não modificou lá o software entre os cactos yucca e a areia. Isso não é bom para computadores. Ele fez as modificações em escritórios na cidade de Indio, próximo dali, na Califórnia.


O assistente de procurador dos EUA disse a repórteres que Riconosciuto havia sido diagnosticado com uma condição de doente mental, a implicação de que “ele está fazendo tudo isso por ser perturbado mentalmente”. Sim, tinha havido uma avaliação mental de Riconosciuto e Eu tenho uma cópia do relatório, o diagnóstico aqui está:…? SEM NENHUM TRANSTORNO MENTAL. O Departamento de Justiça de forma consistente e maliciosamente mentiu para o júri, assim como tinha sido ameaçado pelo oficial do Departamento de Justiça Peter Viednicks se Riconosciuto cooperasse com a investigação do Congresso referente a alteração do software PROMIS. Se a guerra contra o “terrorismo e o terrorista” Osama Bin Laden (Tim Osman) não é uma fraude total, então o que é que Michael Riconosciuto faz na prisão? Por que ele não tem um escritório ao lado do General Colin Powell para que ele possa dar conselhos realistas sobre o pensamento da mente do então “terrorista” Bin Laden? E onde está Ralph Olberg? 

Trinta e quatro dias antes dos atentados nas embaixadas dos EUA do Leste Africano de 07 de agosto de 1998, Riconosciuto notificou o FBI em Miami que os bombardeios estavam para acontecer. Dois dias antes dos atentados, ele pediu aos funcionários do BoP (Bureau of Prisons) do Federal Corrections Institution (FCI), em Coleman, FL., para que ele fosse autorizado a chamar a ECOMOG(http://www.iss.co. za/Pubs/Monographs/No44/ECOMOG.html) a sede de segurança para alertar os oficiais das embaixadas africanas dos EUA.

O BoP negou o pedido. Riconosciuto foi mistificado por ter sido ignorado pelas autoridades governamentais competentes. Eu não estou confuso. Eu suspeito que a razão para que Riconosciuto e seus alertas fossem ignorados é que as partes relevantes, incluindo especialmente o escritório do FBI em Miami, sabia o tempo todo de que os atentados aconteceriam.



E eles queriam que os atentados acontececem. O mesmo é verdade com relação aos atentados com os aviões de onze de setembro às torres gêmeas do WTC de N.York. Não foi um “fracasso” da inteligência dos EUA. Os atos terroristas foram deliberadamente orquestrados (internamente, pelo governo secreto dos EUA) para que eles acontecessem. Os atores podem até mesmo ter sido estrangeiros. Mas os idealizadores e os orquestradores parecem ter sido o tempo todo daqui mesmo, do nosso próprio país, os EUA?

Não é hora de deixar Michael Riconosciuto fora da prisão, e limpar a lousa das acusações inventadas de tráfico de drogas contra ele, e que ele seja um conselheiro de segurança nacional? – pelo menos no que diz respeito à perseguição do governo aos “terroristas e ao terrorista” Osama Bin Laden não é hora de parar de fingir que Osama Bin Laden (Tim Osman) saiu do nada?

Este não é um argumento acadêmico, mas fontes dizem que três dúzias de mísseis MANPADs foram importados para Quebec, no Canadá, da Colômbia (onde chegaram da Europa Oriental) Os embarques de mísseis seguiram a rota da droga “do norte” -… da Colômbia para o Canadá. Os mísseis envolvidos são o Strellas russo e o Iglas. (http://www.rusarm.ru/products/ad/igla.htm) Estes serviriam muito bem para derrubar grandes aviões de vôos comerciais. Assim como aconteceu com o TWA 800. Que grupo de terroristas compraram os mísseis? Enquanto isso, quantos agentes da guerra biológica estão nas mãos do crime organizado? Talvez vocês (o governo) devessem perguntar a Riconosciuto sobre tudo isso. Michael Riconosciuto está agora preso na Allenwood FCI, PA. Vocês sabem onde encontrá-lo.

Mais informações em: http://whatreallyhappened.com/



“Portanto, não os temais; porque não haverá nada encoberto que não seja revelado, 
nem oculto que não seja descoberto”. Mateus, 10:26.
Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com www.thoth3126.com

VISTO AQUI:


domingo, 15 de abril de 2012

Sapo bom de Jiu jitsu finaliza uma cobra


"Sapo bom de Jiu jitsu finaliza uma cobra" -
O Nome já diz Tudo! ahsuaushuahus muito bom! rsrs

domingo, 18 de março de 2012

Uma testemunha ocular do caso ET de Varginha

Nota

Uma testemunha ocular do famoso "Incidente em Varginha" conta seu relato incrível sobre o que presenciou naquele janeiro de 1996. Essa testemunha participou da operação militar que encontrou o ET. Sua riqueza de detalhes é incrível. Fatos que nunca imaginávamos ou que não nos eram divulgados. Esse relato estava no fórum do site, mas achei interessante publucá-lo em uma área de maior vizualização.

Sua identidade é mantida em sigilo.

Apocalipse2000


"Eu servia na escola de Sargentos das Armas em Três Corações no ano de 1996. Estava em casa, quando recebi ordens para me dirigir rapidamente para o quartel. Eu era do Pelotão de Operações Especiais e aquele tipo de chamado era comum. Fui um dos primeiros a chegar no quartel. Embarcamos em uma viatura, com efetivo de 04 soldados, 03 sargentos, 02 oficiais e rumamos para a cidade de Varginha. Ninguém nos dizia o que estava acontecendo. Não sabíamos, até então, para onde íamos e qual era nossa missão.

Não estranhei o procedimento, pois era normal recebermos esse tipo de missão inopinada como exercício (no jargão militar chamamos de "manda brasa"). Parecia só mais um exercício de rotina, só a presença de um oficial superior (um Major), no comando da operação saia da rotina. Chegamos na cidade com o toldo da viatura abaixado, e ficamos parados por um tempo aguardando ordens. Recebemos ordens para desembarcar perto de uma mata na periferia da cidade. O oficial no comando nos reuniu e disse que nossa missão era "capturar um animal na mata". Perguntei se era preciso fazermos um "pente fino" (uma busca) na área, e o comandante nos informou que o "bicho" já estava isolado e que não devíamos em hipótese alguma feri-lo. Fomos divididos em dois grupos, um faria a captura e o outro faria a segurança. A ação foi rápida. Entramos na mata e cercamos o animal.

Até então tudo parecia uma missão simples. Um companheiro chegou a reclamar "P... m..., me chamar em casa para pegar bicho!?". Ao nos aproximarmos percebi que o animal era totalmente diferente de tudo que eu já tinha visto na minha vida. Todos ficaram assustados com a estranheza do tal "bicho".

Chegamos a pensar que era uma simulação, algo para testar nossa reação. Capturamos a criatura facilmente pois a mesma não esboçou qualquer reação. Neste momento fomos surpreendidos por uma segunda criatura que apareceu, e veio em nossa direção de uma forma ameaçadora. Um dos soldados, que fazia segurança se assustou, disparou o fuzil e acertou a criatura. Recolhemos as duas criaturas e colocamos na viatura. Os soldados receberam ordens para embarcar em uma outra viatura, que seguiu para o Hospital da cidade (era uma finta, para desviar a atenção da população). Eu e mais dois sargentos embarcamos juntos com as criaturas com os dois oficiais que embarcaram na cabina da viatura, e rumamos para Três Corações. Chegamos no quartel e militares da 2ª Seção (seção de inteligência e informações) nos interrogaram separadamente. Em seguida foi dado uma explicação para o que tinha acontecido, mas não era convincente, depois aos sargentos foi dada outra completamente diferente, e nos foi pedido sigilo. Esta ultima explicação, na época foi convincente (prefiro não comentar sobre tal versão, pois a mesma é oficial e confidencial), mas nada foi mencionado sobre naves e seres espaciais. Ficamos no quartel por uns dias (uma espécie de "quarentena"), depois fomos liberados, mas mesmo assim tínhamos que toda noite, durante um certo tempo, responder ao pernoite (dormir no quartel).

A história sobre Et, fiquei sabendo pela TV. Até uns dois anos depois do ocorrido, mesmo tendo participado do fato, nunca acreditei na versão da mídia e sim na versão apresentada. A semelhança das criaturas com um macaco dava sentido a versão do Exército. Elas eram muito parecidas com o macaco aranha, um macaco da região amazônica. O tamanho, os membros alongados, a falta do polegar na mão, entre outros detalhes. A estranha aparência humana também fazia sentido, pois a criatura não tinha pelos. A pele da que estava viva era extremamente clara e da outra um pouco mais escura. A cabeça era um pouco desproporcional ao restante do corpo e o rosto lembrava uma criança recém nascida, apesar do nariz ser bem pequeno e chato, semelhante ao do macaco em questão. Fiquei na duvida sobre o sexo das criaturas, pois não era possível ver a genitália dos seres, mas a massa corporal do que estava morto era bem maior do que o outro, o que nos fez pensar que o morto era macho e o vivo uma fêmea. Na versão oficial a criatura se tratava de um animal, mas alguns detalhes me levaram a crer que o ser possuía inteligência.

Exemplo disso foi quando meu companheiro apontou a arma para a criatura e esta tomou uma postura defensiva, colocando as mãos protegendo o rosto. Percebi também que o ser olhava de maneira desconfiada para o sargento que falava num tom mais alto e que lhe apontou a arma. Ela também olhava para o outro ser morto mostrando um certo pesar, e em determinado momento começou a emitir um som que não seria especulação dizer que era um choro. A prova mais incrível da sua racionalidade foi quando retirei da minha mochila uma manta de velame (um pedaço de pano de pára-quedas) e a cobri. Seu olhar de agradecimento foi algo totalmente humano. Com o tempo outros fatos me fizeram acreditar que eu estava no meio de uma conspiração, pois os quatro soldados deram baixa antes do tempo, e nunca mais tive noticias dos mesmos.

Um dos sargentos envolvidos também sumiu, e seu nome não mais consta nos registros do Exército. Continuei mantendo contato com o outro sargento, que foi transferido no ano seguinte. Nós dois tivemos um mesmo problema de saúde, uma seria inflamação no olho direito (no caso dele esquerdo) e ambos tivemos que ser internados na mesma época. Exatamente um ano depois da primeira internação, eu tive outra inflamação, desta vez no outro olho. Eu e os outros dois sargentos e o oficial subalterno, num prazo curto, sofremos punições, todos em circunstancias duvidosas possivelmente para nos descreditar caso resolvêssemos falar sobre o acontecido.

E difícil dizer o que realmente aconteceu naquele dia. Na verdade não sei dizer se aquela criatura era realmente um ser de outro planeta. O único detalhe que me intriga até hoje é o ferimento da criatura morta. O projetil acertou o tórax da criatura, e mesmo o tiro ter sido disparado a uma distancia muita pequena o projetil não atravessou o ser. Já vi seres humanos e animais feridos por tiro de fuzil do mesmo calibre em questão e em todos os casos, o projetil atravessa com facilidade, mesmo numa distancia bem maior. O ser não sangrou, mas acho que isso se deve ao fato da munição usada ter sido do tipo traçante. Um tipo de munição com uma pequena carga de fósforo branco, utilizada para sinalizar a direção do tiro, mas que cauteriza o ferimento nos casos de disparos a curta distancia. O único liquido que escorreu em pequena quantidade na boca do ser, não se parecia muito com sangue, pois o mesmo tinha uma coloração muito esbranquiçada.

Ainda estou na ativa e por isso preciso ficar no anonimato, mas futuramente pretendo escrever um livro e fazer revelações surpreendentes, inclusive sobre a versão oficial. Nos últimos anos venho guardando vários documentos que podem comprovar vários fatos que narrei e de alguns fatos que preferi ocultar e revelar posteriormente. "

Por Autor Anônimo

Retirado Daquí >>>>>